Onde é verão agora: os encantos das Cinco Terras, na Itália

Foto: Manarola

Os morros estampados de cores beirando o mar é uma das misturas de geografia e arquitetura que a Itália oferece para trazer ainda mais poesia ao verão europeu. Localizadas na região da Ligúria, cuja capital é Gênova, as famosas casinhas coloridas artisticamente construídas em toda a altura dos montes fazem parte de um aglomerado de pequenos povoados que compõem as Cinco Terras (ou, em Italiano, Cinque Terre). São elas: Riomaggiore, Manarola, Vernazza, Corniglia e Monterosso al Mare.

As Cinque Terre surpreendem e encantam por vários motivos: a arquitetura simples e cheia de bossa, a culinária artesanal que abraça, os trabalhos manuais coloridos e temáticos – vendidos e explicados por quem ama o que faz-, e, por trás dos sotaques e trejeitos dos quatro cantos do mundo, o estilo de vida do ‘Italiano de litoral’, de pele queimada e olhar tranquilo, que mistura rusticidade com capricho e vê beleza nos pequenos detalhes do dia a dia.

Se vai de trem, a chegada é por La Spezia (a uma hora de Gênova, e cerca de 3 horas e meia a partir de Milão ou Roma), de onde saem trens periodicamente para todas as cinco terras. O visitante pode comprar os bilhetes individualmente (custam em torno de 4 euros), mas a dica é o bilhete diário, que, por 16 euros, oferece a circulação livre por todos as paradas do trem e ainda permite compartilhar os highlights nas redes graças ao wi-fi exclusivo, que funciona em toda a região.

Não há uma ordem ideal para explorar os vilarejos. A região é pequena e facilmente transitável – o trajeto de trem de La Spezia à ultima terra, Monterosso Al Mare, dura cerca de 30 minutos. Uma dica é aproveitar a disposição do começo do dia para conhecer Riomaggiore e Manarola, as mais próximas de La Spezia, que possuem mais escadas e apresentam os visuais mais característicos. Vernazza e Monterosso al Mare são as mais badaladas, o que pede passadas mais longas e talvez as paradas para almoço e jantar, para completar a experiência. Corniglia, por sua vez, é a menor e menos visitada entre as vilas, vale encaixá-la no final da tarde para um passeio breve.

Riomaggiore
Riomaggiore

Começando por Riomaggiore, já dá para sentir a atmosfera bucólica desde a chegada. No percurso beira-mar que leva ao ponto alto do monte – de onde a vista fica mais charmosa e completa, o passeio é embalado pela vizinhança calma e a natureza vibrante. Ao chegar na costa, a mágica acontece graças ao contraste do azul do mar lígure com o encaixe de vermelhos, amarelos e verdes que se equilibram em toda a extensão dos montes de Riomaggiore. A dica é explorar os caminhos povoado adentro e tomar um café da manhã para experimentar as especialidades das terras lígures.

Mensagem estampada pelas ruas de Manarola
Mensagem estampada pelas ruas de Manarola

O destino seguinte é Manarola. O percurso de trem leva poucos minutos e há uma caminhada contornando o monte para avistar o verdadeiro cartão postal de Cinco Terras. Durante algumas épocas do ano, abre-se a trilha Via Dell’Amore, que atravessa a rota entre Riomaggiore e Manarola. Atualmente, há apenas uma parte disponível, de cerca de 300 metros do lado da segunda terra, mas a vista vale o passeio, mesmo que breve. A paisagem, capa desta matéria, é incrível.

Os arredores são bem semelhantes – lojinhas de artesanato, cafeterias aconchegantes e os varais cheios nas varandas compondo a decoração do local. Se a fome apertar, vale experimentar os cones de frutos-do-mar, snack super popular da região.

De Manarola também é possivel fazer um passeio de barco que viaja pelas cinco terras, contando um pouco sobre historia, cultura e particularidades de cada uma. É uma opção interessante para conhecer todas de forma mais tranquila, ainda que mais superficial.

Arquitetura italiana típica nas ruas de Vernazza
Arquitetura italiana típica nas ruas de Vernazza

O almoço fica por conta da mais famosa e badalada entre as Cinco Terras, Vernazza. Na praça principal, que forma uma espécie de prainha, há saídas de barcos, bares, restaurantes e banhistas relaxando nas pedras. A dica é escolher um dos restaurantes por ali, que garantem a vista para o mar, e deixar a experiência surpreender. Quanto à gastronomia, veja bem, as chances de acerto na Itália são de 100%. Porém, se quiser mergulhar nas tradições do local, vá de anchova, o peixe típico da região lígure, ou de massa local, o Trofie Al Pesto – o molho que combina alho, manjericão e azeite tem origem em Gênova, capital da Ligúria. Para a sobremesa, vá de gelato.

Corniglia, a menor delas, não possui acesso pelo mar: na chegada o turista pode pegar um ônibus ou deve subir cerca de 360 degraus até o vilarejo. Isso faz com que ela seja a menos visitada. Mesmo assim, Corniglia encanta com suas vielas quase rurais, o ar de cidade pequena e suas contruçoes particulares – o estilo gótico da Igreja de São Pedro, é um ponto que vale a visita.

Vista do mar lígure a partir percurso para o alto de Corniglia
Vista do mar lígure a partir percurso para o alto de Corniglia

Para encerrar o passeio, a sugestão é jantar na maior terra da microrregião. Monterosso al Mare é bem diferente quando comparada com suas irmãs – mais moderna, estruturada e plana (as pernas agradecem depois de um dia de escadas morro a cima). Com uma costa bem larga, a beira-mar fica super animada, e não faltam bares e restaurantes para embalar a noite de frente para o horizonte. Além disso, a cidade possui também a parte alta – onde há a estátua e igreja de São Francisco –, que oferece uma vista panorâmica do local e um centrinho agitado.

A agitada praia de Monterosso Al Mare
A agitada praia de Monterosso Al Mare

Se decidir pernoitar, o vilarejo oferece diversas opções de hospedagem, e a dica é acordar cedo no dia seguinte para um banho de mar antes de se despedir do paraíso colorido.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s